O Vasco pode garantir matematicamente o acesso para a elite do futebol nacional neste sábado, quando enfrenta o Fortaleza, às 16h10 (de Brasília), no Estádio Castelão. O Time do Rio lidera com 66 pontos e se garante na Série A se vencer e se o Figueirense e a Portuguesa, que iniciaram a rodada na quinta posição com 51 pontos, não vencerem seus compromissos.


O Figueira visita o Brasiliense, enquanto a Lusa encara o vice-líder Guarani, em Campinas (SP). As duas partidas também serão às 16h10 (de Brasília). Já para o time cearense, que soma 32 pontos, vencer é a chance de seguir lutando contra o rebaixamento.


Dorival Júnior, técnico do Vasco, tem procurado tirar de seus jogadores o peso pela possibilidade de a volta à elite do futebol nacional ser concretizada neste sábado. Por isso ele pretende ver seus atletas focados apenas no time do Fortaleza, se esquecendo dos demais resultados da rodada.


”O Vasco vai subir se continuarmos desempenhando o bom trabalho que tem sido feito ao longo de toda a temporada. Portanto, não podemos permitir que a ansiedade venha a nos prejudicar, já que o nosso rival já será uma grande preocupação. Temos que nos preocupar em fazer a nossa parte e depois ver o que vai acontecer nas demais partidas”, disse Dorival.


O treinador vascaíno pretende ver sua equipe tentando impor seu ritmo de jogo, sem deixar o rival dominar as ações pelo fato de jogar em seus domínios. ”O Fortaleza vai tentar se impor e nós não podemos deixar que isso venha a acontecer, pois senão seremos dominados e a partida se tornará muito mais complicada. Temos uma maneira de jogar, que deve ser mantida, independentemente do local onde o confronto estiver sendo realizado”, disse Dorival.


Para os jogadores vascaínos, o treinador está certo em todas as suas afirmações. O goleiro Fernando Prass, por exemplo, entende que apenas encarando o jogo como mais um da competição é que o Cruzmaltino poderá ficar com a taça.


”Temos que procurar impor a nossa maneira de atuar, independentemente de ser um jogo que pode nos dar o acesso. O nosso elenco tem a consciência de que só será possível elogiar o nosso trabalho se conseguirmos nos classificar para a Série A. Enquanto isso não for obtido, vamos nos dedicar ao máximo a cada partida”, disse Prass.


Para este jogo Dorival tem apenas uma dúvida. O meia Carlos Alberto, que se recupera de um pisão no pé esquerdo, fará um teste de vestiário. Caso seja vetado, Adriano entra no time, com Alex Teixeira jogando na criação. O volante Amaral herdou a vaga de Nilton, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo na vitória por 2 a 1 sobre o Bahia.


Pelo lado do Fortaleza, o técnico Roberto Fernandes pediu aos seus comandados que eles não se deixem intimidar pelo fato de estarem encarando o líder da competição. ”Essa Série B é uma das mais niveladas da história e por isso mesmo acreditar que é possível derrotar qualquer adversário, principalmente jogando na nossa casa. Respeitamos muito o Vasco pela sua grandeza e pela qualidade de seus jogadores, mas vamos procurar nos impor”, disse Fernandes.


Apesar do discurso otimista, o treinador do Fortaleza, que não antecipou a escalação que pretende mandar a campo, deverá usar um esquema com três volantes. Fora das quatro linhas a diretoria acenou com uma premiação superior a R$ 1 milhão em caso de permanência na Série B.


(Fonte:Gazeta Press)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui