O torcedor está convidado a acompanhar os detalhes da última rodada do Campeonato Paulista no próximo domingo. Em campo, relações perigosas e muita polêmica à vista. Um complicado enredo que alcança os dez jogos sem distinção – todos serão no mesmo dia e horário, a partir das 16 horas.


Quem gosta das tramas que o futebol oferece não tem o direito de ficar fora dessa longa semana de discussão até apito final. Veja, por exemplo, o que está em jogo na disputa pelo primeiro lugar da classificação. Briga entre os classificados Guaratinguetá e Palmeiras, além do próprio São Paulo, que ainda luta por vaga – hoje ocupa a terceira posição.


O líder Guaratinguetá, com 37 pontos, visitará o Ituano (9º colocado, 26). Para sustentar o primeiro lugar sem depender de ninguém, tem de vencer o time de Itu na última rodada.


Aparece aí a primeira polêmica. O Ituano é bancado pela Traffic, que é parceira palmeirense. E o Palmeiras, segundo colocado com 37 pontos (leva desvantagem no número de vitórias), conta com a ajuda do time de Itu, além de ter de vencer o Barueri fora de casa, para superar o Guaratinguetá e terminar a primeira fase na liderança.


A torcida verde será maioria. Cai aí o fator ?mando do Barueri?, que também luta por vaga (32 pontos).


Ao Palmeiras interessa e muito o primeiro lugar, para desfrutar da vantagem nas semifinais (joga por dois empates). Mas o Barueri tem 32 pontos e ainda sonha com a classificação para a próxima fase – para isso, no entanto, precisa vencer sua partida e torcer por tropeços de Corinthians e Ponte Preta.


Outra trama intrigante da última rodada envolve Corinthians, Noroeste, Santos e Ponte Preta. Para garantir a vaga, o Corinthians tem de vencer o Noroeste, em Bauru, e torcer por pelo menos um empate da Ponte contra o Santos, na Vila Belmiro.


Não falta polêmica nesses dois jogos. O Noroeste é patrocinado pelo empresário Damião Garcia, conselheiro do Corinthians e ferrenho opositor do presidente corintiano Andrés Sanchez.


Rebaixamento


Na outra ponta está o confronto entre Santos e Ponte Preta. Já eliminado, o técnico Emerson Leão pensa na Libertadores e antecipa que pretende colocar os reservas santistas no jogo de domingo, na Vila.


O Corinthians deve cerca de R$ 1,5 milhão a Leão. Seria hora de o treinador do Santos dar o troco? Mano Menezes não acredita. ”Não duvido do caráter do Leão. Para quem não se lembra, no ano passado ele dirigia o Atlético Mineiro e classificou o Cruzeiro, maior rival do Atlético, para a Libertadores quando venceu o Palmeiras no Parque Antártica”, lembrou o treinador corintiano.


Outra trama interessante aparece na partida entre São Paulo e Juventus, no Morumbi. Uma vitória basta ao time são-paulino para garantir vaga às semifinais. E a derrota pode levar o Juventus, que tem apenas 17 pontos, à Série A-2 do Paulista.


Do lado do Juventus está o veterano volante Vampeta, que não perde oportunidade para desdenhar o São Paulo e tem a chance de tirá-lo das semifinais do Paulistão, além, claro, de evitar o rebaixamento de sua equipe. E do lado são-paulino, com 35 pontos, uma vitória é suficiente para garantir a classificação, sem depender de ninguém.


Na outra ponta da tabela, ainda falta definir o rebaixamento de três equipes, já que o Rio Claro não tem mais chances de escapar O interessante é que dois sérios candidatos fazem um confronto direto: o Guarani, com 16 pontos, recebe o Rio Preto, que tem 15, em Campinas.


Tanto Rio Preto quanto Guarani precisam ganhar no domingo e ainda torcer por derrota do Juventus para o São Paulo. Já o Sertãozinho vive situação mais complicada: com 15 pontos e um confronto com a Portuguesa pela frente, depende de uma grande combinação de resultados para escapar.



  • (Fonte: AE)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui