Tocantinense começa com três partidas pelo interior do estado – Fotos: Elias Oliveira

Três partidas abrem neste sábado, a 25ª edição do Campeonato Tocantinense, que este ano pela desistência do Tocantins de Miracema terá apenas sete equipes e não haverá rebaixamento. No Estádio General Sampaio, em Porto Nacional, às 16 horas jogam Interporto x Tocantinópolis. No mesmo horário, no Estádio Resendão, o Gurupi recebe o Paraíso. E às 18 horas, no Estádio Mirandão, o Araguaína enfrenta o Palmas.

A equipe do Sparta folga na rodada. Além da vaga para a Copa do Brasil e Brasileiro da Série D, o campeão Tocantinense garante R$ 500 mil apenas para representar o Tocantins na Copa do Brasil de 2019. Garante ainda uma vaga no Brasileiro da Série D 2019. Já o vice-campeão garante vaga no Brasileiro da Série D e a Copa Verde 2019.

Vale destacar que a premiação de R$ 500 mil é fruto do título conquistado pelo clube tocantinense no estadual e, posteriormente, pela participação na Copa do Brasil. Os valores são de acordo com Ranking Nacional dos Clubes, critério adotado pela CBF. Como as equipes do Tocantins fazem parte do Grupo 3 deste ranking, somente pela participação já embolsam a quantia de R$ 500,00 mil, e conforme for avançando de fase vão aumentando seu caixa, pagos pela CBF.

No início da semana, a equipe do Tocantins de Miarcema (vuice-campeão estadual 2016), desistiu de disputra o campeonato alegando falat de apoio do poder públcio municipal e dinheiro. Apesr disso, a Federação Tocantinense de Futebol (FTF) não colocou outro clube no lugar, mas decrettou que esta ano não haverá rerbaixamento e com isso, em 2019, o Tocantinense terá a particpação de 10 clubes, já que subirão três equipes da Segunda Divisão no segundo semrestre .

Porto Nacional
O atual campeão Tocantinense, o Interporto, em busca do quinto título trouxe o técnico Roberto Oliveira, seis vezes campeão estadual por clubes diferentes (Araguaína, Palmas, Interporto e Gurupi). O Tigre recebe o TEC, do técnico Anaílson. Os cartolas do TEC se reforçaram com o atacante Jessuí, artilheiro do estadual do ano passado e fizeram várias contratações de olho no título.

Resendão
No Estádio Resendão, o Gurupi recebe o Paraíso, às 16 horas. O Camaleão do Sul, maior vencedor de títulos no estado, com seis conquistas vai em busca do heptacampeonato e aposta suas fichas na experiência do atual técnico campeão Tocantinense pelo Interporto, Wladimir Araújo. Pelos lados do Paraíso, o técnico é um velho conhecido dos torcedores, Wicelmo Rodrigues.

Mirandão
No Estádio Mirandão, mais um encontro entre Araguaína x Palmas, marcado para este sábado às 18 horas. As duas equipes fizeram no mês de novembro, a final da Segunda Divisão, com o Tourão do Norte levando e melhor e os dois clubes tradicionais retornando à elite.
Para retomar as conquistas no profissional, a diretoria contratou o técnico Célio Ivan, vice-campeão em 2016 pelo Tocantins de Miracema e trouxe vários jogadores experientes. Pelos lados do Palmas, a diretoria resolveu apostar num “pacote” fechado. Trouxe nove jogadores e o técnico do Goitacaz, Gecivaldo de Souza da Penha, mais conhecido como Souza. Apesar de Souza ter sua primeira oportunidade como treinador numa competição estadual de Primeira Divisão, o técnico pede apoio dos torcedores e da imprensa, e disse que veio para fazer história.

1ª rodada – 31 de março (sábado)
16h00 – Interporto x Tocantinópolis – Estádio General Sampaio (Porto nacional)
16h00 – Gurupi x Paraíso – Estádio Resendão (Gurupi)
18h00 – Araguaína x Palmas – Estádio Mirandão (Araguaína)
Folga: Sparta (Araguaína)

Artilheiros

2017- Jessuí (Tocantinopolis) 07 gols
2016- Régis Wenzel (Gurupi) 11 gols
2015- Wilkerson Batata (Araguaina) e Gean (Guarai) 09 gols
2014- Tety (Tocantinópolis) .. gols
2013- Fábio Bala (Interporto) 11 gols
2012- Gênesis (Tocantinópolis) 19 gols
2011- Hélder (Gurupi) e Joãozinho (Guaraí) 08 gols
2010- Demir (Gurupi) 12 gols
2009- Mauricinho (Araguaína) e Luca (Palmas) 14 gols
2008- Maciel (Tocantins) 08 gols
2007- Paraguaio (Araguaina) 18 gols
2006- Max (Tocantinopolis) 19 gols
2005- Éder (Araguaina) 26 gols
2004– Wrias (Araguaina) 10 gols
2003– Mael (Tocantinopolis) 09 gols
2002- Gélo (Tocantinopolis) 17 gols
2001- Marcelo Quixaba (Interporto) 08 gols
2000– Alexandre (Interporto) 10 gols
1999– Alexandre (Interporto) 09 gols
1998– Warley (Alvorada) 10 gols
1997– Alexandre e Fernando (Interporto) 07 gols
1996- Hiltinho (Hilton Soares Lima Filho, do União Araguainense) 09 gols – Veja Biografia
1995– Belziram (Miracema EC) 15 gols
1994- Gil (União Araguainense) 08 gols
1993- Gil (Tocantinopolis) 11 gols

Clubes que mais fizeram finais
Gurupi – 10 decisões
TEC, Interporto e Palmas – 8 finais
Araguaína – 6 finais

Campeões
Gurupi: 6 títulos (1996, 1997, 2010, 2011, 2012 e 2016)
Palmas: 5 títulos (2000, 2001, 2003, 2004, 2007)
Interporto: 4 títulos (1999, 2013, 2014 e 2017)
Araguaína: 2 títulos (2006 e 2009)
Tocantinópolis: 3 títulos (1993, 2002 e 2015)
Intercap: 1 título (1995)
Alvorada: 1 título (1998)
Colinas: 1 título (2005)
Tocantins de Palmas: 1 título (2008)
União Araguainense: (1994)

www.aloesporte.com.br

Tocantinense começa com três partidas pelo interior do estado – Fotos: Elias Oliveira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui