Na quinta rodada do segundo turno da primeira fase do Campeonato Tocantinense foram assinalados 17 gols em seis jogos, média de 2.83 gols por partida. Mas quem ficou em situação ruim no certame foi a equipe do Paraíso que perdeu de goleada para o Interporto, por 4 x 1, no Estádio General Sampaio, em Porto Nacional e segue em último lugar no Grupo A com sete pontos e perto da 2ª divisão, contra 11 pontos do rival de ontem, o Interporto.


O destaque ficou por conta das vitórias do Tubarão sobre o Araguaína por 1 x 0 e do Gurupi por 3 x 1 sobre o Ipiranga, em Aliança. Com estes resultados, as duas equipes lideram os Grupos B e A, respectivamente.


No Grupo A, o Gurupi ?roubou? a liderança, que era do Alvorada (18 pontos), e foi a 20 pontos. E no Grupo B, o Tubarão manteve a ponta, só que agora abrindo quatro pontos sobre o Araguaína ( 21 a 17).


Na cidade de Dianópolis, o Palmas arrancou o empate com o Juventude por 1 x 1. O artilheiro Thiago marcou para o Palmas e o zagueiro Neto deixou tudo igual para o Juventude. Com este resultado, o time de Dianópolis se manteve na terceira colocação, com 16 pontos, e o Palmas na quarta com 14.


Rebaixamento
No Estádio General Sampaio, em Porto Nacional, o Interporto goleou o Paraíso, por 4 x 1 e entrou na briga pela quarta vaga. Em compensação, o Paraíso viu sua situação se complicar ainda mais e agora ficou mais perto da segunda divisão, já que só tem sete pontos e mais dois jogos.


Grupo B
No Grupo B, além da vitória do Tubarão sobre o Araguaína, por 1 a 0, teve ainda mais dois jogos. Na cidade de Colinas, o Kaburé bateu o São José por 2 x 1 e se garantiu na segunda fase do Estadual. Vitinho e Thiaguinho fizeram os gols para o Kaburé. Marcondes descontou para o São José, que continua na lanterna com quatro pontos e perto do rebaixamento. O Kaburé se manteve na terceira posição com 14 pontos.


Já na cidade de Tocantinópolis, norte do Estado, o TEC não saiu do empate por 1 x 1 com o Tocantins de Palmas. No finalzinho do jogo o meio-campista Sandro perdeu um pênalti ao chutar na trave. O resultado deixou o TEC em quinto lugar com cinco pontos e Tocantins segue em quarto com seis. Devido a um tumulto no final do jogo, o árbitro Mariano Soares encerrou a partida alegando falta de segurança. O motivo da confusão foi a expulsão do técnico do Tocantins, Tomaz Abreu, que não queria sair de campo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui