Lateral-direito revelado no Tocantins é eleito o melhor da posição no futebol paulista em 2019

Lateral-direito revelado no Tocantins é eleito o melhor da posição no futebol paulista em 2019. O jogador tocantinense Marlon, lateral-direito do Botafogo de Ribeirão de Preto foi eleito o melhor jogador da posição de 2019 do futebol Paulista, em votação aberta do Troféu Hélio Caxambu – Melhores da Base.

A eleição ocorreu no período de julho a dezembro em votação feita pelos próprios jogadores, comissão técnica e aberta ao público, enquanto de março a dezembro, a escolha foi feita pela comissão técnica. Esta é considerada a maior premiação destinada as categorias de base do Brasil.

Segundo a direção do prêmio, haverá a entrega dos troféus a cada vencedor durante uma cerimônia programada para ocorrer no mês de março, em data a ser divulgado posteriormente pela organização, no Grupo Educacional Drumond, Unidade Tatuapé, em São Paulo.

Jogador tocantinense Marlon, lateral-direito do Botafogo de Ribeirão de Preto foi eleito o melhor lateral-direito de 2019 – Arquivo Pessoal

Agradecimento
Marlon fez questão de agradecer muita gente por esta conquista.
“Primeiramente agradecer a Deus, meus pais, familiares e a todos que ajudaram com a votação. Agradecer também aos companheiros de equipe, pois sem eles nada disso teria acontecido”, ressaltou o tocantinense acrecentando ainda que estava muito feliz pela conquista. “Algo que reconhece todo o esforço e dedicação durante todo o ano. Estou feliz demais por isso e só tenho a agradecer a Deus ” comemorou.

Seleção dos melhores

A seleção dos melhores jogadores de base de 2019 ficou assim: Goleiro: Guilherme Gallis (Guarani); lateral-direito: Marlon (Botafogo (Ribeirão Preto), zagueiros: Pablo (Juventus) e Gabriel Xavier (Santo André), lateral-esquerdo: Matheus Bidu (Guarani); volantes: Fasson (SPFC) e Ramon (Água Santa); meias: Jeferson (São Bernardo FC) e Samuel Henrique (EC São Bernardo); atacantes: Matheus Souza (Guarani) e Robson Lima (EC São Bernardo). Artilheiro foi Felipe Macael (Mirassol). Técnico: Sérgio Baresi (Guarani).

Copinha
Enquanto comemora o prêmio de melhor lateral-direito do futebol paulista de 2019, Marlon segue defendendo as cores do Botafogo de Ribeirão Preto na Copa São Paulo de Juniores (Copinha). Na estreia sua equipe venceu o Dimensão Saúde (AL) por 3 x 0 e empate no segundo jogo contra o Atlético (GO). Com o resultado, o Pantera manteve a liderança do Grupo 3, com quatro pontos, e está muito próximo da classificação. O Assisense é o vice-líder, com três pontos, seguido pelo Atlético Goianiense, que tem dois, e o Dimensão Saúde, que somou apenas um ponto até agora.

Marlon iniciou sua carreira na Escolinha do Fluminense de Palmas, dos 6 aos 12 anos e ainda com passagem pela Escolinha de Futsal Falcão 12. Marlon hoje é lateral-direito do time Sub-20 do Botafogo de Ribeirão Preto (SP), onde já passou pelas categorias de base Sub-14, Sub-15, Sub-17 e hoje é titular da equipe Sub-20, onde disputa a Copinha.

Quem foi Hélio Caxambu (Premiação)

Hélio Geraldo Caxambu, Nasceu em Campinas, no dia 15 de outubro de 1918 e nos deixou em 12 de setembro de 1997. Criador da ‘ponte’ cravou seu nome na história do futebol Paulista. Iniciou sua carreira nas Categorias de Base da Lusa no início de 1930. Época que o profissionalismo ainda não existia, foi bi-campeão Paulista pela Lusa em 1935/36, após a conquista foi vendido ao São Paulo aos 19 anos em 1937. Por lá ficou até 1943. Tido como um dos primeiros ídolos da torcida tricolor, foi o goleiro mais novo da Seleção Paulista, aos 19 anos de idade. Teve uma breve passagem na Ponte Preta, retornaria a Lusa em 1944, aonde ficou até 1950, encerrou sua carreia em 1952, no Juventus da Mooca.

Preocupado com a questão social dos colegas foi responsável pela criação da ‘Associação dos jogadores profissionais de futebol’, fundada em 1947 foi escolhido para ser o primeiro presidente, ficando por mais três anos contribuindo significativamente para a conquista de diversos benefícios aos jogadores.

Não haveria tempo suficiente para alinhar o corpo em direção ao petardo disparado com malícia e veneno. Então, sem muito tempo para pensar, o goleiro “Rubro-Verde” projeta seu corpo ao ar com o impulso das pernas e esticando os braços, o suficiente para chegar em tempo de espalmar o arremate fatal.” Os relatos da época credenciam essa jogada ao goleiro Hélio Caxambu.

Jogadores eleitos
Goleiro
Guilherme Gallis (Guarani)
Lateral-direito
Marlon (Botafogo (Ribeirão Preto)
Zagueiros
Pablo (Juventus)
Gabriel Xavier (Santo André)
Lateral-esquerdo
Matheus Bidu (Guarani)
Volantes
Fasson (SPFC)
Ramon (Água Santa)
Meias
Jeferson (São Bernardo FC)
Samuel Henrique (EC São Bernardo)
Atacantes
Matheus Souza (Guarani)
Robson Lima (EC São Bernardo)
Artilheiro: Felipe Macael (Mirassol)
Técnico: Sérgio Baresi (Guarani)
Preparador Físico: Rodrigo Quito
Treinador de goleiros: Carlos Magno

Perfil
Nome:Márlon Mykaion
Idade:19 anos
Posição:Lateral direito
Altura:1,71
Peso:67
Ídolo:Cafu e Daniel Alves
Pai:Mairon Lopes Bezerra
Mãe:Alcinelia Martins de Almeida
Irmã:Ana Beatriz Almeida Lopes

www.aloesporte.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui