Hoje não é dia de futebol nos gramados do Tocantins, mesmo assim será conhecido nesta noite o segundo time rebaixado ao lado do São José para a segunda divisão de 2009. É que será julgado pela 2ª Comissão do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Tocantins, hoje, às 19 horas, no Italian Palace, em Palmas, o processo da suposta irregularidade do Interporto que teria escalado o jogador Antonio Sales Monteiro Filho (Sales), na partida diante do Ipiranga, em Aliança, quando o jogo terminou empatado por 1 x 1.


Caso seja punido, o Interporto perderá seis dos 12 pontos que soma no Campeonato Tocantinense no Grupo A e cairá para o último lugar com seis pontos, e conseqüentemente, estará rebaixado para a segunda divisão. Sem o julgamento, por enquanto, a equipe rebaixada do Grupo A é o Paraíso, que soma apenas oito pontos.


Julgamento
O julgamento será feito pela 2ª Comissão do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Tocantins , sob a presidência de Miguel Angelo de Negri. Os auditores serão Valmir Vieira de Souza (Seladinho), Antônio José Vieira (Tonhão) e Joaquim Vitor Barbosa.


Interporto
O vice-presidente do Interporto, Hudson Pureza, disse que o clube enviará um advogado para defender a equipe e o atleta Antonio Sales Monteiro Filho (Sales). ?Vamos estar presente para tentar livrar o clube desta punição?, disse o dirigente apostando que não haverá a segunda divisão em 2009. ? Não há clubes suficientes para disputar esta competição?, crê Pureza.


O que diz a lei 
Artigo 6º do Regulamento Geral da competição: A equipe que utilizar atletas irregularmente inscrito perderá 06 (seis) pontos na fase em disputa, além da multa prevista no Artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que diz respeito a inclusão na equipe ou fazer constar da súmula ou documento equivalente, atleta que não tenha condição legal de participar de partida, prova ou equivalente. Pena: perda do dobro do número de pontos previstos no regulamento da competição para o caso de vitória e multa de R$ 1.000,00 (mil reais) a R$ 10.000,00 (dez mil reais). 
 
 


(Fonte:Jornal do Tocantins)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui