Sem conseguir patrocínio e ajuda do poder público de Porto Nacional, a diretoria do Interporto, a dois dias da estréia no Campeonato Tocantinense contra o Alvorada resolveu dispensar o técnico Luís Carlos e os jogadores que foram indicados pelo treinador e que vieram de fora do Estado. A informação é do presidente do Interporto, Luiz Antônio Monteiro Maia.


O presidente conta que alguns empresários da cidade até tentaram ajudar, mas o montante arrecadado não foi suficiente para poder manter o grupo, e para não ser injusto com os jogadores e o técnico Luís Carlos, achou por bem dispensar o grupo. Com isso, jogadores da cidade e atletas das categorias de base do Interporto é que vão, por enquanto, disputar o Estadual.


?Infelizmente mais uma vez não estamos contando com a ajuda da Prefeitura de Porto Nacional?, disse o presidente afirmando ainda que protocolou semana passada um ofício na Prefeitura e até agora o prefeito Paulo Mourão (PT), não havia respondido sobre o documento. Maia revelou, no entanto, que poderia voltar atrás da decisão, caso o dinheiro que o Governo do Estado irá liberar para o Tocantinense, fosse satisfatório para o clube.


(Fonte: Jornal do Tocantins)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui