A partida entre Botafogo e Fluminense, neste domingo, tinha tudo para ser considerada um amistoso. Afinal, as duas equipes garantiram por antecipação suas vagas na semifinal da Taça Rio. Por isso, qual seria o motivo para que os torcedores comparecessem ao Maracanã às 18h10m? A resposta é simples: estará em jogo uma grande rivalidade. O Alvinegro chega ao clássico com uma campanha irrepreensível na Taça Rio. São seis vitórias em seis partidas. Por isso, a motivação é grande para o clássico, já que iniciar a semifinal com estes 100% de aproveitamento seria uma grande injeção de ânimo. O Tricolor não tem o mesmo percentual, mas está igualmente garantido na segunda fase, somando 16 pontos em seis jogos. Ainda está na memória a derrota por 2 a 0 para o Botafogo na semifinal da Taça Guanabara.  


Outro fator em comum será a grande quantidade de alterações nas duas equipes. O Fluminense terá uma transformação radical. Dos titulares, apenas o goleiro Fernando Henrique estará em campo. Antes de receber qualquer crítica, Renato Gaúcho lembra que tudo faz parte de um planejamento que visa não apenas ao Campeonato Carioca. O treinador lembra que é preciso pensar na partida contra o Libertad, na próxima quarta-feira, pela Taça Libertadores.


Do outro lado, Cuca levará a campo uma formação mista, poupando jogadores como Túlio e Zé Carlos. O técnico também tem em mente um compromisso da próxima quarta-feira, quando o Botafogo enfrenta o River (PI), em Bacabal, Maranhão, pela Copa do Brasil. No entanto, é certo que nem todos os titulares estarão em campo.


Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 30 de março de 2008, domingo
Horário: 18h10 (de Brasília)

Árbitro: William de Souza Nery (RJ)
Assistentes: Vinícius Nascimento e Francisco Pereira de Souza (ambos do RJ)
Botafogo: Castillo; Ferrero, Renato Silva e André Luiz; Túlio Souza, Diguinho (Eduardo), Abedi, Lucio Flavio e Triguinho; Jorge Henrique e Wellington Paulista
Técnico: Cuca
Fluminense: Fernando Henrique; Rafael, Anderson, Roger e Gustavo Nery; Fabinho, Romeu, Maurício, David e Tartá; Maicon
Técnico: Renato Gaúcho
 


(Fonte:Globo.com)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui