Numa final dramática, polêmica e cheia de emoção, o Flamengo conquistou a 18.ª Taça Guanabara (primeiro turno do Campeonato Carioca) de sua história. Com um belo gol do atacante Diego Tardelli, aos 46 minutos da etapa final, a equipe superou o Botafogo, por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Maracanã, e ergueu o troféu. ”Eu tenho estrela para decidir”, disse o ex-atacante do São Paulo, que finalizou com precisão um contra-ataque rápido do Flamengo e encobriu o goleiro Castillo.


O time da Gávea já carimbou seu passaporte para a decisão do Estadual do Rio, e deve abrir mão de disputar com os titulares a Taça Rio, segundo turno da competição. No final do jogo, o presidente do Botafogo, Bebeto de Freitas, revoltado com a arbitragem, renunciou ao cargo.


Flamengo e Botafogo já haviam decidido duas vezes a Taça Guanabara, criada em 1965, e cada time ficou com um título. No tira-teima, deu a equipe flamenguista.


Ficha técnica:
Flamengo –
Bruno; Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Jailton (Kleberson), Cristian, Ibson e Toró (Diego Tardelli); Marcinho (Obina) e Souza. Técnico: Joel Santana.
Botafogo – Castillo; Alessandro (Fábio), Ferrero, Renato Silva e Eduardo (Édson); Diguinho, Túlio, Lúcio Flávio e Zé Carlos; Wellington Paulista e Adriano Felício (Jorge Henrique). Técnico: Cuca.
Gols – Wellington Paulista, aos 27 minutos do primeiro tempo. Ibson, aos 17, e Diego Tardelli, aos 46 minutos do segundo tempo
Árbitro – Marcelo de Lima Henrique.
Cartões amarelos – Marcinho, Lúcio Flávio, Diguinho, Diego Tardelli, Fábio Luciano, Kléberson, Ferrero, Ibson e Renato Silva.
Cartão vermelho – Souza, Lúcio Flávio e Zé Carlos.
Renda – R$ 1.684.000,00.
Público – 78.830 pagantes.
Local – Maracanã.


 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui