Federação Tocantinense de Vôlei finaliza Estadual de Clubes Masculino 

A Federação Tocantinense de Voleibol (FTV) encerrou no último final de semana o Campeonato Estadual de Clubes Adulto Masculino de 2021. A competição oficial da FTV, realizada desde 2001, atualmente acontece em duas divisões, ambas com a participação de até 06 clubes, com acesso e decesso de duas equipes.

Campeonato Estadual de Clubes 1ª divisão – Gurupi – FTV/Divulgação

A primeira divisão foi realizada em Gurupi, nos dias 13 e 14 de novembro e a segunda divisão nos dias 03 e 04 de dezembro na cidade de Araguaína. A intenção da Federação foi descentralizar os eventos como forma de incentivar a prática da modalidade nas regionais norte e sul.

Campeão

Em Gurupi o Vôlei Santa Rita foi campeão, vencendo o atual vice – Atenas/MM Sport – pelo placar de 3 sets a 1. Araguaia/Gurupi e ASV/Impacto ficaram em terceiro e quarto lugar, garantindo a permanência no grupo de elite para 2022.

Campeonato Estadual de Clubes 2ª divisão – Araguaína – FTV/Divulgação

Em Araguaína, na disputa pelo acesso à primeira divisão, as equipes União Araguaína e LERA/Sampaio Voleibol conquistaram as vagas. Araguaína venceu Sampaio na partida final pelo placar de 2 sets a 1. Disputaram ainda a segunda divisão desse ano as equipes: Palmas Esporte Clube, SINTEC-TO, LER/Pedro Afonso Voleibol e VCT/Tocantinópolis.

Pandemia da Covid-19

Em função da pandemia a FTV manteve suspenso o calendário da entidade no primeiro semestre desse ano, e só a partir de agosto iniciou a programação do ano. Além dos estaduais adultos de clubes (1ª e 2ª divisão), foram realizadas 4 etapas do Circuito Tocantins de Vôlei de Praia, o Campeonato Estadual de Clubes Feminino (Copa Palmas) e o Circuito Amazônia de Vôlei de Praia.

Retomada dos eventos

Para a FTV foi um ano importante pois marcou a retomada das competições, mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia. “Retomar o calendário foi um desafio tanto para a FTV como para os clubes, atletas e parceiros. Realizar eventos exige, além da participação dos atletas, uma estrutura que depende muito dos parceiros especialmente para disponibilização de espaço. Mas conseguimos com apoio do Governo e Prefeituras onde realizamos as competições cumprir o calendário. Agora é focar em 2022, ano de retomada dos Brasileiros de Seleções e dos eventos nacionais regionalizados da CBV”, destacou Ricardo Abalém – presidente da FTV, que também ocupa a função de Diretor de Relações Públicas da CBV.

O calendário para 2022 já está sendo elaborado e deve ser divulgado na segunda quinzena de dezembro. (Fonte: FTV)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui