Numa aventura pela selva Amazônica, Raimundo Coelho (Raimundinho Canoeiros) e Juliano Lasca percorreram 1.650 km em 42 horas de navegação, em um barco de alumínio com situações adversas da natureza, como sol forte, chuvas torrenciais e muito vento.


Raimundinho e Juliano exploraram os Rios Negro, Demeni, Aracá, e seus lagos. Conheceram também várias comunidades, uma delas foi a Bacuquára, do amigo Marques, onde ficaram por três dias. Valeu, Lasca Pesca pela oportunidade única.


Para Raimundinho Coelho foi muito gratificante por conhecer comunidades que moram no coração da Amazônia, conversar com pessoas humildes e de coração um puro.
“Uma aventura já realizada por poucos, mesmo correndo risco valeu muito a pena, essa é pra ficar pra história”, comemorou o pescador esportivo.

“O que levamos pra vida nessa expedição:”Humildade, gratidão e respeito pela natureza”, esta é a visão de Raimundinho Canoeiros & Juliano Lasca.

Para Juliano Lasca foi uma experiência sensacional e proveitosa. Segundo ele, é o tipo de situação de vida que escolheu para viver abdicando de tantas outras para estar andando por estes lugares mais inóspitos, onde você encontra pessoas do bem, sem maldades, pessoas sinceras, ali não existe malícia, o jeitinho de levar vantagem sobre a outra.
“Ali você vê as comunidades ribeirinhas se respeitando mutuamente e se ajudando. E a generosidade deste povo é incrível. Gratidão, sempre”, destacou Lasca.

Raimundinho Canoeiros (E) e Juliano Lasca durante a expedição a bordo de um barco de alumínio – Fotos: Divulgação

www.aloesporte.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui