Ginásio Poliesportivo
Localização fica ao lado do Centro de Convenções e Eventos Parque do Povo Arnaud Rodrigues Área Verde 308 Sul, Av. NS 10, s/n – Palmas

Diretor de RP da CBV e presidente da FTV apoia a ideia da construção de um Ginásio Poliesportivo em Palmas

O Diretor de Relações Públicas da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), e também presidente da Federação Tocantinense de Vôlei (FTV), Ricardo Abalem, durante entrevista no programa CBN Tocantins Esportes da última sexta-feira (14), disse ser favorável a ideia dos dirigentes esportivos de lutarem pela construção de um Ginásio Poliesportivo, em Palmas. https://www.cbntocantins.com.br/programas/cbn-esportes/cbn-esportes-1.318022/ricardo-abalem-fala-dos-protocolos-e-calend%C3%A1rio-para-o-retorno-do-voleibol-1.2102458

Vale destacar que o Programa CBN Tocantins Esportes e o Site Alôesporte www.aloesporte.com abraçaram esta iniciativa junto com os dirigentes envolvidos diretamente para solicitar aos órgãos competentes, além de deputados federais e senadores, emendadas parlamentares para tornar realidade este sonho.

Segundo Abalem, que já foi Secretário de Estado do Esporte do Tocantins, em 2010, na época quando era gestor da pasta, já havia feito um planejamento para que Palmas recebesse uma estrutura deste porte para atender as mais variadas modalidades esportivas de quadra (indoor) e modalidades individuais, infelizmente, não foi dado prosseguimento ao projeto pelos gestores da pasta.

Ginásio Poliesportivo
Ricardo Abalem, quando Secretário de Estado do Esporte do Tocantins, em 2010, havia feito um planejamento para que Palmas recebesse uma estrutura deste porte, mas gestores futuros não tiraram do papel – (Foto: Aline Batista) – Arquivo Pessoal

Hoje passados dez anos, Ricardo Abalem, afirma que passou da hora de Palmas contar com um Ginásio Poliesportivo para realização de grande eventos nacionais e do estado.
“Passou da hora de termos este Ginásio Poliesportivo. Precisamos nos unir, e cada representante das federações que serão envolvidas diretamente nesta estrutura ir atrás do seu deputado ou senador e pedir uma emenda parlamentar para que possamos somar tudo e conseguir atingir o valor para a construção desta estrutura”, ressaltou Abalem.

Na condição de diretor da CBV, Ricardo Abalem, disse o esporte apesar de estar em um estado pequeno conseguiu muitos avanços, mas que agora precisa dar um salto maior na conquista da construção deste Ginásio Poliesportivo para alavancar de vez o esporte.
“Precisamos trazer para Palmas grandes eventos, mas só não trazemos porque não temos condições para realizá-los, pois isso é um dos grandes gargalos existentes e, que justamente, por falta de uma estrutura poliesportiva não tem como atender eventos indoor e atividades individuais de grande porte”, explicou o dirigente.

Ginásio Poliesportivo
Localização fica ao lado do Centro de Convenções e Eventos Parque do Povo Arnaud Rodrigues Área Verde 308 Sul, Av. NS 10, s/n – Palmas

A cidade de Palmas, capital do Tocantins, conta hoje com uma população em torno de 300 mil habitantes e, ainda não possui um Ginásio de Esportes para sediar grandes competições nacionais, e nem para atender à população local. Diante deste cenário, o Site Alôesporte www.aloesporte.com resolveu ouvir alguns dirigentes que podem ser beneficiados com a construção de um Ginásio Poliesportivo em Palmas, ao lado do Centro de Convenções e Eventos Parque do Povo Arnaud Rodrigues. O local existe, mas a prefeitura não confirmou se o espaço disponível poderia ser utilizado para isso.

Independente disso, os dirigentes de várias modalidades como judô, handebol, futsal, karatê e basquetebol, tênis de mesa que serão os maiores beneficiados com o projeto, opinaram dizendo que são favoráveis à construção, além de pedir apoio ao poder público para que o projeto possa ser realizado num futuro próximo.

Grandes eventos nacionais
Com isso, o Tocantins poderia sediar os grandes eventos e competições nacionais de basquetebol, voleibol, handebol, futsal, tênis de mesa, judô, karatê, taekwondo, capoeira, ginástica rítmica, fisiculturismo, e todas as artes marciais.

Dirigentes que apoiam a iniciativa

Futsal
O presidente da Federação Tocantinense de Futsal (FTFS), Nei Oliveira, acha excelente a ideia e diz que já passou da hora da Capital e o Estado ter um espaço desse porte. “Tem o apoio total da FTFS, pois acredito que seja uma obra fundamental para o crescimento do Esporte em Palmas”, destacou Nei Oliveira, porém, disse ficar com pé atrás quando se fala deste tipo de empreendimento, pois ele não vê boa vontade dos políticos com o Esporte. “O Esporte é o que mais sofre sempre. Chegou a hora de mudar esta realidade. E vamos juntos nesta caminhada em prol de melhorias pelo Esporte não só da Capital, mas vai fortalecer o Estado todo”, finalizou.

Judô
Para o presidente interino da Federação de Judô do Estado do Tocantins (Fejet), Luiz Sérgio Papa, que está substituindo o dirigente, o Professor Ton Pacheco, que pré-candidato a vereador de Palmas, ele é favorável à construção do Ginásio Poliesportivo. Segundo ele, quem é ligado ao meio esportivo em nosso estado, e principalmente na capital, Palmas, entende a necessidade de uma estrutura como esta. “A Capital precisa estar equipada para entrar no rol dos grandes eventos e atrair para nossa cidade eventos de âmbito esportivo, de grande expressão. Torneios nacionais, das mais variadas modalidades, movimentando nosso comércio e nosso parque turístico-hoteleiro”, explicou.
Papa ainda acrescentou que a instalação em um local de fácil acesso e centralizado oportunizará a participação de grande parte da população, quer seja para eventos esportivos ou culturais. “A utilização deste espaço para o fomento das atividades esportivas seria de fundamental importância para impulsionar nossas crianças e jovens para o sadio mundo dos esportes, retirando-os das ruas e das drogas” ressaltou que da Fejet tem total apoio para levar em frente o projeto.

Handebol
Para o organizador de eventos esportivos de handebol no Tocantins, Jamil Ribeiro Dias, Palmas por ter capacidade logística de hospedagem, ótima localização centralizada no Brasil, além de fácil acesso para todo o País, e já tendo realizado vários eventos de nível Nacional, agora precisa sim da construção de um Ginásio Poliesportivo, pois para será de fundamental importância para crescimento dos Esportes no Tocantins, além de servir de intercâmbio entre os diversos estados. “Importante citar que para um grande crescimento dos Esportes do nosso Tocantins, a construção de salas que podem ser utilizadas como alojamento, pois para esportes amadores uma das principais dificuldades é a de ter alojamento em escolas. Com a construção deste Ginásio Poliesportivo, as modalidades terão grande crescimento”, aposta o dirigente.

Karatê
O presidente da Federação de Karatê do Tocantins (FEKTO), Jocivaldo Dias (San Dias), disse que apoia totalmente a ideia de correr atrás e levar adiante o projeto da construção do Ginásio Poliesportivo de Palmas. “Hoje todas as federações precisam do ginásio de esporte aqui no centro de Palmas para fazer competições, tanto estadual e nacional. É uma forma de dar oportunidade para nossa juventude estar praticando vários esportes num mesmo local. Todos serão beneficiados”, aposta o dirigente.

Basquetebol
Para o presidente da Federação Tocantinense de Basketball (FTB), Rafael Sulino, Palmas já merece uma estrutura ampla e moderna para o esporte, que atenda em primeiro lugar, o público palmense, com escolinhas que ofereçam esporte gratuito e de qualidade. Segundo, que acomode, a meu ver, no mínimo oito mil pessoas. “Não precisamos de um ginásio poliesportivo, estamos precisando de uma Arena Poliesportiva, com um ginásio principal, e mais quatro “mini ginásios” em seu entorno, bem como pistas de atletismo, piscina olímpica dentre outros equipamentos”, ressaltou o presidente.
Sulino destaca ainda que pese o patrimônio público seja da comunidade, há a possibilidade de divisão dos equipamentos para os diversos ramos existentes e, e para ele, é contra que os equipamentos esportivos sejam utilizados para shows e outros segmentos que não seja o Esporte. “A estrutura do esporte é para ele, e isso deve ser respeitado”, comentou. Mas Sulino ressalta a necessidade de uma gestão do espaço extremamente ativa e empenhada, em manter a estrutura impreterivelmente utilizável, adequada, moderna.

Tênis de Mesa
Quem também aprovou  a iniciativa foi o presidente da Federação Tocantinense de Tênis de Mesa (FTTM),Raphael Azevedo. Segundo ele, é uma excelente ideia ter um espaço para os eventos e, principalmente, para as federações poderem trabalhar o esporte na Capital, assim massificando a modalidade esportiva e a população tendo mais acesso a elas. “Essa iniciativa tem que sair do papel e contar com as federações em toda a logística de execução até o seu desenvolvimento final”, ressaltou o dirigente mesatenista.

 

Ginásio poliesportivo em Santarém será um dos mais modernos da região Norte

https://agenciapara.com.br/noticia/73/

 

www.aloesporte.com

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui