Cadê o jogador Matera que marcou 2 gols na final de 2000 e foi capitão do Palmas no título de 2001?

Vindo do Vasco da Gama em 2000, através de uma parceria e que ajudou o Palmas a conquistar os títulos estaduais de 2000 e 2001, inclusive na final de 2000 marcando dois gols contra o Interporto num play-off, e em 2001 ainda tendo a honra de levantar o troféu contra o Tocantinópolis, o meia Leandro Matera fez história com a camisa do Tricolor da Capital. Mas, afinal, cadê o Matera?

Bem Matera, hoje mora é proprietário de um bar na cidade de Ponte Alta do Tocantins. “Eu vim para o Palmas, através de uma parceria que o Palmas tinha com o Vasco. Em 2000, o Palmas conquistou seu primeiro título e eu acabei fazendo dois gols na decisão”, relembra com orgulho de ter feito parte do time campeão pela primeira vez estadual.

Matera também faz questão de ressaltar que adotou o Tocantins como sua segunda terra, já que nasceu no Rio de Janeiro. “Primeiro por minha esposa ser daqui e, segundo, pela tranquilidade para se viver”, destacou ele, que hoje está com 40 anos.

Vasco

Matera (2º à esquerda após o goleiro) na base do Vasco num Maracanã lotado numa partida contra o Santos FC- Fotos: Arquivo pessoal

Carreira
Matera começou seu primeiro passo no futebol jogando na base do Vasco da Gama, em 1989, aos dez anos, permanecendo no clube até 2001. No time Cruzmaltino, Matera conquistou os títulos de campeão Carioca das categorias Mirim, Infantil, Juvenil e Juniores. Campeão da Taça Otávio Pinto Guimarães, Campeão Brasileiro.

Invsão das Abelhas
Ele conta que daí em diante foi emprestado para o Goytacaz (1999). Em 2000 veio jogar no Palmas, onde foi bicampeão nos anos de 2000 e 2001. Em 2001, inclusive teve a honra de levantar o troféu como capitão na conquista contra o Tocantinópolis. No chamado jogo das abelhas. Palmas e TEC empataram, no tempo normal por 1 x 1, e na decisão dos pênaltis, o Palmas venceu por 5 x 4.

Nesta decisão realizada no Estádio Lauro Assunção, em Tocantinópolis, além da brilhante vitória do Palmas nos pênaltis em que o goleiro Rodrigo Ramos saiu consagrado de campo por ter defendido uma cobrança, que deu o bicampeonato ao Tricolor, o que chamou a atenção antes do jogo foi a “Invasão das Abelhas” nas arquibancadas. Foi uma correria por tudo quanto era canto, jogadores, arbitragem, torcedores, mas depois tudo voltou ao normal.

Depois que saiu do Palmas vestiu a camisa do Vila Nova (G), entre 2002 e 2005.No time Goiano Matera, em 2002, foi um dos principais nomes do time Colorado chegando a marcar 11 gols naquele ano. Desde os tempos de Palmas tos sabiam da capacidade do atleta em cobrar faltas, onde era considerado um exímio cobrador de bolas paradas.
Mas neste período ainda teve passagens por Joinville (SC), em 2003 e Oeste (SP), em 2004.

No ano seguinte seguiu no futebol Goiano, mas desta vez jogando pela Associação Atlética Aparecidense (2005 e 2006). Também defendeu as cores do União Esporte Clube (MT), entre 2006 e 2007. Já em 2008 voltou ao Rio de Janeiro para jogar no Volta Redonda. No mesmo ano jogou pelo Americano de Campos (RJ). Em 2009, retornou ao futebol do Tocantins, onde vestiu a camisa do Gurupi. Em 2010, esteve na cidade de Porto Nacional defendo as cores do Interporto. Retornou em 2015 novamente no Tigre portuense. Depois resolveu pendurar a chuteira profissionalmente batendo a bola apenas para estar com os amigos em campo, mas sem a mesma responsabilidade de quando era profissional.

Finais que Leandro Matera esteve em campo pelo Palmas

2000 Ficha técnica
Data: 25/06/2000 – Palmas 2 x 0 Interporto
Palmas: Rodrigo Ramos; Jannair, Eugênio, Emerson e Eudes; Adeildo, Matera, Quezado e Wesnalton; Belziran (Arismar) e Maycon. Técnico: Carlos Magno
Interporto: Mateus; Cebola (Edson), Ceará (Valdo), Den e Geovânio; Tiú, Flávio, Adalto e Raí; Alexandre e Licuri. Técnico: Rochinha
Árbitro: Enivaldo Ribeiro de Almeida
Local: Campo da 407 Norte (Arno 43)
Gols: Matera, aos 8 do 1° tempo e Eudes, aos 28, do 2° tempo

2001 Ficha Técnica
Data: 31 de junho de 2001 – TEC 1 x 1 Palmas
Palmas: Rodrigo Ramos; Marcelo Cândido, Romílton, Eugênio e Eudes; Adeildo, Matera e Cidney (Arismar e Ferdinando) e Wesnalton; Licuri e Índio. Técnico: Ivan Gradin.
TEC: Régis; Sizinho (Jobson), André, Rubens e Giovânio; Mezaque, Edgar, Mazinho (Raí) e Alencar (Efrain); Gelo e Carrapeta. Técnico: Sérgio Belfort.
Local: Estádio Lauro Assunção – Tocantinópolis.
Árbitro: Francisco Leone
Gols: Gélo 2 minutos e Eudes aos 15 minutos ambos no segundo tempo.
Nos Pênaltis: TEC 4×5 Palmas
Marcaram pro Palmas: Eugênio, Ferdinando, Licuri, Matera e Lalá.

Perfil
Nome: Leandro Matera Ferraro
Data de nascimento: 05/04/1979
Naturalidade: Rio de Janeiro-RJ
Altura: 1.75 cm
Peso: 74 kg
Histórico
Clubes: Vasco (1999-200); Palmas (200/2001), Vila Nova (2002-03); Joinville (2003-04); Vila Nova (2005-06); Aparecidense (2005-07).
Jogador com mais jogos disputados pelo Vila Nova no Campeonato Brasileiro – Série B de 2002, com 23 partidas.

www.aloesporte.com.br

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui