No ano passado foram cinco confrontos. Todos terminaram empatados, com o Flamengo levando a melhor nos pênaltis no mais importante deles e conquistando o título do Campeonato Carioca. Em 2008 já aconteceram dois encontros. Os flamenguistas ganharam por 2 a 1 na decisão da Taça Guanabara, primeiro turno do Estadual, e o Botafogo venceu por 3 a 2 no segundo turno, a Taça Rio.
Nos dois confrontos recentes muitas expulsões, brigas fora e dentro de campo e trocas de acusações. Com esse histórico que Botafogo e Flamengo se reencontram neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro, pelas semifinais da Taça Rio. Os nervos estarão no limite, principalmente porque, se ao fim dos noventa minutos o placar estiver empatado, o classificado sairá das cobranças de pênaltis.


Os dois lados têm procurado dar declarações que tentam tirar um pouco a pressão das costas dos envolvidos, amenizando o clima de guerra que se instalou no clássico, atualmente com a maior rivalidade no futebol carioca. Para o técnico Cuca, do Botafogo, o último jogo serviu para melhorar a situação.


?Tinha toda a pressão porque o Botafogo não ganhava há quatro anos do Flamengo e isso, de certa forma, gerava um clima ruim. Mas com a vitória do Botafogo no último jogo acredito numa partida mais tranqüila neste domingo. Claro que uma decisão é sempre muito nervosa, mas creio que tudo acontecerá dentro do limite do bom senso. O Botafogo vai a campo preparado para jogar futebol, apenas isso?, disse Cuca.Seu colega do Flamengo, Joel Santana, também procurou acalmar seus jogadores para que a partida deste domingo não se torne mais uma batalha campal.


?O Flamengo também vai a campo pensando em jogar futebol. Falei com meus jogadores para não se envolverem pelo clima que é criado na semana da decisão. Eles precisam se concentrar no Botafogo, que é um grande adversário e vai exigir que a gente esteja num grande dia para derrotá-los?, analisou Joel. 


Em relação aos times que entrarão em campo os dois treinadores fazem mistério, porém, com força máxima, ambos deverão manter as formações que atuaram no meio de semana, quando o Glorioso fez 2 a 0 no Ríver-PI e se classificou para as oitavas-de-final da Copa do Brasil, mesma fase alcançada pelo Rubro-Negro na Copa Libertadores com o triunfo por 3 a 0 sobre o Cienciano na altitude de Cusco, no Peru.



FICHA TÉCNICA
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 13 de abril de 2008 (Domingo)
Horário:
16 horas (de Brasília)
Árbitro: Péricles Bassols (RJ)
Assistentes: Wagner Santos (RJ) e Jackson dos Santos (RJ)
Botafogo: Castillo, Alessandro, Renato Silva, André Luis e Triguinho; Túlio, Diguinho, Lucio Flavio e Zé Carlos; Jorge Henrique e Wellington Paulista
Técnico: Cuca – Flamengo: Bruno, Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Cristian, Kléberson, Ibson e Toró; Renato Augusto e Souza
Técnico: Joel Santana


 (Fonte:Gazeta Press)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui