Morre o desportista e apaixonado pelo kart tocantinense Clésio Ferreira Silva 

Faleceu na madrugada desta quinta-feira (28), em Palmas (TO), o desportista e apaixonado pelo kart tocantinense, Clésio Ferreira da Silva, vítima de um câncer. Seu corpo está sendo velado no Lions Clube de Palmas, próximo ao Posto Cristal, das 14 às 17 horas. Após o velório o cortejo seguirá para o Cemitério Parque Jardim das Acácias, na Capital, onde será enterrado.

 

Hospitalizado

Segundo o irmão Gilvânio da Silva, Clésio teve um câncer na língua e passou por sessões de radioterapia, pois o esôfago dele estava fechado e vinha se alimentando por sonda. Depois foi estreitando e estava com dificuldade para respirar. Foram 21 dias internados, onde foi feito um uma traqueostomia, que é um procedimento cirúrgico que consiste em fazer uma abertura na parede da traqueia, a fim de facilitar a entrada de oxigênio quando o ar está obstruído.

Segundo Gilvânio, hoje completou 19 dias que Clésio estava na UTI, muito frágil e debilitado, onde novamente ele passou por uma cirurgia para poder se alimentar, mas  acabou não resistindo vindo a óbito nesta quinta-feira.  “Ele partiu e foi morar em uma nova morada”.

Kart

Uma das paixões de Clésio Ferreira da Silva, no Tocantins, era o automobilismo, em especial o Kart. Durante vários anos no final da década de 1998, esteve envolvido no meio do automobilismo ajudando a promover competição de kart no Estado e na Capital.

Um amigo que conheceu há mais de 40 anos, ainda quando vieram de Porangatu (GO), foi o Antônio Vieira (Tonhão), um dos principais nomes do automobilismo do Tocantins, que lamentou a morte do parceiro.

“Fiquei sabendo da notícia hoje e estou muito triste, afinal, tínhamos uma amizade de mais de 40 anos. Nós inclusive no passado no automobilismo do Tocantins tivemos desentendimentos, pois pensávamos diferentes em algumas situações, mas sempre soubemos respeitar um ao outro”, comentou o presidente da Federação de Automobilismo do Tocantins (FAUTO), Tonhão.

Outro amigo que também lamentou a passagem do desportista Clésio foi o ex-presidente do Palmas, José Pinto. “Fiquei muito consternado com a morte do Clésio. Estamos aqui desde o começo do Estado e conhecia bem ele. Lamentamos profundamente o acontecido. Nossos sentimentos à família e aos amigos do Clésio”. comentou.

Quem também lamentou a morte de Clésio foi o pai do piloto Felipe Fraga, senhor Irineu Fraga. “Meus sentimentos, e que Deus lhe dê um bom lugar e conforte sua família e amigos”, disse Irineu Fraga.

www.aloesporte.com

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui